SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número4Estudo comparativo sobre a localização de vermes adultos de Schistosoma mansoni em camundongos albinos anestesiados com pentobarbital sódico, éter ou clorofórmioEsquistossomose mansônica em área de baixa transmissão: II. Fatores de risco para infecção índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

versão On-line ISSN 1678-9946

Resumo

MARQUES, Silvio Alencar et al. Esporotricose do gato doméstico (Felis catus): transmissão humana. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 1993, vol.35, n.4, pp.327-330. ISSN 1678-9946.  https://doi.org/10.1590/S0036-46651993000400004.

No presente trabalho relata-se caso de paciente, funcionário de hospital veterinário, infectado através de arranhadura de gato doméstico portador de esporotricose. Inquérito domiciliar junto aos proprietários do animal fonte de infecção, revelou dois outros casos presuntivos de esporotricose humana transmitida por gatos, e confirmou o diagnóstico, por cultivo do Sporotrix schenckii, em 3 gatos domésticos adicionais. A esporotricose felina caracteriza-se por lesões cutâneas ulceradas e tendência à disseminação sistêmica e evolução fatal. A transmissão intra e inter-espécie é facilitada pela exuberância de fungos nas lesões cutâneas de felinos infectados.

Palavras-chave : Esporotricose felina; Zoonose; Sporothrix schenckii.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons