SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 issue5Susceptibility of Biomphalaria tenagophila and Biomphalaria glabrata from the same region to two Brazilian strains of Schistosoma mansoniMurine virus contaminant of Trypanosoma cruzi experimental infection author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

FIGUEIREDO, Luiz Tadeu Moraes; CARLUCCI, Rita Helena  and  DUARTE, Geraldo. Estudo prospectivo com lactentes cujas mães tiveram dengue durante a gravidez. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 1994, vol.36, n.5, pp. 417-421. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651994000500005.

Num estudo sobre doença congênita, com 10 lactentes de mães que tiveram dengue na gravidez, nao se detectou infecção intra-uterina. Os soros fetais apresentaram anticorpos IgG contra dengue tipo 1, por teste imuno-enzimático, provavelmente transferidos passivamente. Estes anticorpos, analisados de forma prospectiva em 8 casos, foram declinando progressivamente, até desaparecerem, aos 8 meses de idade. Anticorpos do tipo IgM contra dengue nao foram detectados. O tempo gestacional normal, os índices de Apgar, o peso e as placentas normais dos neonatos, bem como a ausência de malformações, foram evidências contrárias à infecção intra-uterina.

Keywords : Dengue; Infecção na gestação; Doença na gestação.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English