SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue2RESISTANCE TO OXAMNIQUINE OF A Schistosoma mansoni STRAIN ISOLATED FROM PATIENT SUBMITTED TO REPEATED TREATMENTSEpidemiological and clinical aspects of snAkebite in Belo Horizonte, Southeast Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

Human infection with Trypanosoma cruzi in Nasca, Peru: A seroepidemiological survey (1). Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 1997, vol.39, n.2, pp. 107-112. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651997000200008.

Infecção humana por Trypanosoma cruzi em Nasca, Peru: um inquérito soroepidemiológico Estimamos a proporção de positividade sorológica para infecção chagásica em amostra da população rural da Província de Nasca, Departamento de Ica, sudoeste do Peru. Embora Triatoma infestans, o único vetor identificado no Departamento de Ica, seja encontrado freqüentemente em ambientes domésticos, são escassos os dados sobre a infecção de indivíduos humanos por Trypanosoma cruzi. Este estudo compreendeu 446 unidades domiciliares sabidamente infestadas por triatomíneos, distribuídas em 19 localidades. Ao visitá-las colhemos, em papel-filtro, amostras de sangue de 864 pessoas de um ano ou mais de idade, sem seleção por sexo. Por meio da reação de imunofluorescência indireta (RIFI), detectamos anticorpos IgG anti-T. cruzi em amostras de 178 (20,6%) pessoas. A proporção de positivos foi significantemente maior nos indivíduos do sexo feminino (23,8%) do que nos do masculino (17,5%). Dentre os 410 indivíduos pertencentes ao grupo de idades entre 1 e 10 anos (47% da amostra da população), 85 (20,7%) resultaram sorologicamente positivos, o que indica aquisição precoce da infecção. Neste grupo, a positividade sorológica se mostrou independente de sexo

Keywords : Chagas’ disease; Seroepidemiology; Nasca; Peru.

        · abstract in English     · text in English