SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 issue3THE PERSISTENCE OF LEPTOSPIRAL AGGLUTININS TITERS IN HUMAN SERA DIAGNOSED BY THE MICROSCOPIC AGGLUTINATION TEST author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

On-line version ISSN 1678-9946

Abstract

SETUBAL, Sérgio; TAVARES, Walter  and  OLIVEIRA, Solange Artimos de. Influence of Immunopreventable Diseases and AIDS on the Demand of an Infectious Diseases Department in Rio de Janeiro State, Brazil, in the Course of Thirty Years (1965-1994). Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 1998, vol.40, n.3, pp.185-192. ISSN 1678-9946.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651998000300010.

O perfil nosológico brasileiro tem passado por profundas modificações. Algumas devem-se às grandes campanhas de imunização e a tendências demográficas e socioeconômicas. Outras são puramente nosológicas, tal como o surgimento da Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (SIDA). Este estudo de demanda descreve como estas alterações refletiram-se nas 8.630 admissões de uma Enfermaria de Doenças Infecciosas em Niterói, Brasil, durante trinta anos. As endemias rurais brasileiras foram infreqüentes (3,45%). Os homens predominaram (62%) todo o tempo, em todas as faixas etárias e em todas as doenças. Crianças menores de quinze anos predominaram até 1983. Houve, no caso do tétano, importante elevação das faixas etárias acometidas. A mortalidade institucional caiu de 31% em 1965 para 10% em 1984, voltando a subir para 15% em 1994. Entretanto, se os pacientes com SIDA não forem computados, a mortalidade mantém-se em declínio até o final do período de estudo (8%). A progressiva desimportância das doenças imunopreveníveis esteve em paralelo com a crescente proeminência da SIDA. Em menos de uma década, a SIDA atingiu o quinto lugar entre as doenças mais freqüentes durante todos os trinta anos do período estudado. Ao contrário das doenças imunopreveníveis, as meningoencefalites e as pneumonias mantiveram-se estáveis. A SIDA, pela sua incidência exponencial, pelo seu caráter crônico, e pelas incontáveis infecções oportunistas que determina, impõe-se como um desafio para os próximos anos.

Keywords : Health services needs and demands; Public health; Communicable diseases [Epidemiology]; AIDS; Brazil.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License