SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número4ELEVATED ALANINE AMINOTRANSFERASE (ALT) IN BLOOD DONORS: AN ASSESSMENT OF THE MAIN ASSOCIATED CONDITIONS AND ITS RELATIONSHIP TO THE DEVELOPMENT OF HEPATITIS CSalmonella-S. mansoni ASSOCIATION IN PATIENTS WITH ACQUIRED IMMUNODEFICIENCY SYNDROME índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

versão impressa ISSN 0036-4665

Resumo

KANAMURA, Herminia Y. et al. DETECTION OF IgM ANTIBODIES TO Schistosoma mansoni GUT-ASSOCIATED ANTIGENS FOR THE STUDY OF THE DYNAMICS OF SCHISTOSOMIASIS TRANSMISSION IN AN ENDEMIC AREA WITH LOW WORM BURDEN. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 1998, vol.40, n.4, pp. 225-231. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651998000400004.

Dados de prevalência e incidência da esquistossomose foram estimados, acompanhando-se um grupo de escolares residentes em área rural do município de Itariri (São Paulo, Brasil), por um período de 2 anos, com cinco inquéritos, um a cada semestre, realizados no primeiro semestre de cada ano entre março e abril e no segundo, entre setembro e outubro. O hospedeiro intermediário do Schistosoma mansoni na área é a Biomphalaria tenagophila. A infecção pelo S. mansoni foi determinada pelo método parasitológico de Kato-Katz, através do exame de três lâminas, e os resultados analisados comparativamente aos da reação de imunofluorescência para detecção de anticorpos IgM (RIF-IgM). Foram encontrados nos cinco inquéritos índices de prevalência de 8,6%, 6,8%, 9,9%, 5,8% e 17,2% pelo método parasitológico, e de 56,5%, 52,6%, 60,8%, 53,5% e 70,1%, pelo sorológico. As médias geométricas do número de ovos por grama de fezes (opg) foram baixas: 57,8, 33,0, 35,6, 47,3 e 40,9 opg, respectivamente do 1º ao 5º inquérito. Dos 299 escolares que se submeteram à RIF-IgM nos cinco inquéritos, 40% apresentaram-se positivos e 22% negativos no decorrer do acompanhamento. Soroconversão de negativo para positivo pela RIF-IgM, indicando provável infecção recente, foi observado com maior frequência nos inquéritos realizados no primeiro semestre (pós-verão), que no segundo semestre. A pesquisa de ovos nas fezes não mostrou sensibilidade para detectar essa sasonalidade. Os resultados indicam a superioridade da RIF-IgM para determinação de incidência de S. mansoni em áreas de baixa endemicidade.

Palavras-chave : Schistosoma mansoni; Epidemiology; Immunodiagnosis; Seroconversion.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês