SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 issue2Malaria vectors in the Brazilian Amazon: Anopheles of the subgenus NyssorhynchusEvolutive behavior towards cardiomyopathy of treated (nifurtimox or benznidazole) and untreated chronic chagasic patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

On-line version ISSN 1678-9946

Abstract

RODRIGUES DA SILVA, Andréa de Cássia et al. Resposta imune humoral anti-rábica em bovinos imunizados com vacina inativada e atenuada. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2000, vol.42, n.2, pp.95-98. ISSN 1678-9946.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46652000000200006.

A raiva bovina, transmitida principalmente pelo morcego hematófago Desmodus rotundus, é endêmica em várias regiões do Brasil, com um crescente número de casos sendo registrados anualmente. O controle desta infecção em bovinos é feito pelo controle de colônias de morcegos hematófagos e pela vacinação dos rebanhos. Embora as vacinas inativadas sejam mais seguras e mais estáveis que as vacinas atenuadas, estas últimas são ainda amplamente utilizadas em muitas regiões do país, por se acreditar que confiram imunidade mais duradoura. Neste estudo, foram comparadas as respostas anticórpicas de dois grupos de bovinos imunizados com uma vacina atenuada e uma inativada disponíveis comercialmente. Os anticorpos anti-rábicos neutralizantes (AcN) foram titulados pela técnica de soroneutralização em cultura de células BHK-21, enquanto que os níveis de anticorpos anti-rábicos totais (IgG) foram avaliados pela técnica de ELISA, por um período de 180 dias. A vacina inativada induziu a soroconversão (AcN ³ 0,5 UI/ml) em 100% dos animais no dia 30, mantendo-se assim até o 150º dia; no dia 180, 87% dos animais ainda mostravam-se com títulos de AcN ³ 0,5 UI/ml. Neste grupo, os níveis de IgG anti-rábicas foram semelhantes aos de AcN. A vacina atenuada, no entanto, induziu títulos de AcN e de IgG significantemente menores que os encontrados com a vacina inativada, com consequente diminuição da taxa de soropositividade. Além disso, ao contrário do verificado com a vacina inativada, o perfil de AcN não teve paralelismo com o de anticorpos IgG quando soros foram testados pela técnica de soroneutralização e pelo ELISA, respectivamente.

Keywords : Rabies; Cattle vaccination; Neutralizing antibodies; Antirabies IgG.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License