SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 número3Inoculação de Lacazia loboi no tecido celular subcutâneo da bolsa jugal do hamsterInfecção congênita pelo citomegalovírus em unidade neonatal de alto risco de um hospital universitário no Brasil: prevalência avaliada pela PCR e associação com alguns aspectos perinatais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

versão On-line ISSN 1678-9946

Resumo

YU, Ana Lúcia Frugis et al. Três anos de estudo soroepidemiológico do vírus varicela-zoster em São Paulo, Brasil. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2000, vol.42, n.3, pp.125-128. ISSN 1678-9946.  https://doi.org/10.1590/S0036-46652000000300002.

Um estudo sorológico para varicela foi realizado em crianças matriculadas na rede pública de ensino da cidade de São Paulo, Brasil, entre 1992 e 1994. O objetivo deste estudo foi determinar a soroprevalência idade-dependente de anticorpos contra o vírus varicela-zoster (VVZ) e definir sua dinâmica de transmissão nestas crianças. Foram selecionadas, ao acaso, 304 escolas entre os 2500 equipamentos da Rede Pública de Educação e Bem Estar Social na cidade de São Paulo; foram sorteadas em cada escola 7 crianças de determinada idade (de 1 a 15 anos), e o sangue colhido em papel de filtro. Os eluatos foram avaliados para anticorpos contra o vírus varicela zoster através de técnica de ELISA. A proporção de soropositivos para cada faixa etária foi calculada. Foram obtidas 1768 amostras em 1992, 1758 em 1993 e 1817 em 1994, resultando em 5343 eluatos. Observou-se alta proporção de soropositivos no intervalo etário de 1 a 3 anos de idade, ascendendo até os 10 anos, mantendo-se ao redor de 90% a partir desta idade. O padrão de transmissão do VVZ nesta comunidade é semelhante ao longo dos 3 anos estudados. Nas crianças frequentadoras das escolas públicas da cidade de São Paulo, o contacto com o VVZ ocorre no início da infância. Considerando-se a possibilidade de introdução da imunização contra a varicela, ela deve ocorrer o mais cedo possível.

Palavras-chave : Varicella; Seroprevalence; Vaccination; São Paulo; Brazil.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons