SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 número3Infecção congênita pelo citomegalovírus em unidade neonatal de alto risco de um hospital universitário no Brasil: prevalência avaliada pela PCR e associação com alguns aspectos perinataisSensibilidade à cefoxitina, cefoperazona e ticarcilina-ácido clavulânico de cepas do grupo Bacteroides fragilis isoladas de espécimes clínicos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

versão On-line ISSN 1678-9946

Resumo

BELDA JUNIOR, Walter; SIQUEIRA, Luis Fernando de Goes  e  FAGUNDES, Luiz Jorge. Tianfenicol no tratamento do cancroide. Estudo de 1.128 casos. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2000, vol.42, n.3, pp.133-135. ISSN 1678-9946.  https://doi.org/10.1590/S0036-46652000000300004.

O tiamfenicol, derivado amínico do hidrocarbilsulfonil propandiol, foi utilizado para o tratamento de 1.171 pacientes portadores de cancróide. Cada paciente foi medicado com 5,0 g de tianfenicol granulado, via oral e em dose única, sendo reavaliados após 3, 7 e 10 dias do tratamento. Dez pacientes (0,89%) não responderam à terapêutica proposta; 133 pacientes apresentaram úlceras cicatrizadas após 3 dias do tratamento; 976 pacientes apresentaram lesões cicatrizadas no sétimo dia após o tratamento e, 39 pacientes levaram 10 dias para apresentarem lesões cicatrizadas. Os resultados deste estudo indicam que o índice de cura, a baixa incidência de efeitos colaterais, e a praticidade de administração fazem hoje do tianfenicol uma excelente escolha no tratamento do cancróide.

Palavras-chave : Thiamphenicol; Chancroid; Therapy.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons