SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue4Typhoid fever as cellular microbiological model author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

MENTZ, Márcia Bohrer  and  GRAEFF-TEIXEIRA, Carlos. Ensaios com drogas para o tratamento da angiostrongilíase humana. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2003, vol.45, n.4, pp. 179-184. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46652003000400001.

Angiostrongilíase abdominal e cerebral são duas infecções importantes produzidas por metastrongilídeos, a primeira delas ocorrendo nas Américas Central e do Sul e a segunda, na Ásia e Ilhas do Pacífico. O tratamento é complicado pelo fato das larvas e vermes adultos viverem e migrarem dentro dos vasos sanguíneos, sendo que as lesões podem se agravar com a morte desses parasitos. Os efeitos larvicidas de determinadas drogas parecem ser mais eficazes, porém não são úteis no tratamento em angiostrongilíase abdominal, onde as manifestações clínicas podem resultar da maturidade sexual dos vermes. Este estudo faz uma revisão das drogas utilizadas para o tratamento de ambas as parasitoses, em modelos experimentais murinos, realizados antes e depois da maturação dos vermes. A maioria das drogas testadas não pode ainda ser considerada candidata a ensaios de tratamento em infecções humanas, com exceção do PF1022A, pirantel e flubendazol.

Keywords : Eosinophilia; Angiostrongyliasis; Tissue-dwelling parasites; Anthelmintic drugs; Zoonosis.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English