SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue5Chagas disease in a community in Southeast Brazil: I. A serlogic follow-up study on a vectorcontrolled areaEvidence of active herpesvirus 6 (variant-A) infection in patients with lymphadenopathy in Belém, Pará, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

GOMES, Mauro; SAAD JR., Roberto  and  STIRBULOV, Roberto. Tuberculose pulmonar: relação entre baciloscopia do escarro e lesões radiológicas. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2003, vol.45, n.5, pp. 275-281. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46652003000500007.

OBJETIVOS: Determinar a freqüência das manifestações radiológicas da tuberculose nos pacientes do Ambulatório de Tuberculose do Departamento de Medicina da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, e correlacionar a manifestação radiológica e a baciloscopia direta do escarro. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram revisados os prontuários e as radiografias de tórax de todos os doentes atendidos entre janeiro/1996 e dezembro/1998. Foram selecionados os doentes com diagnóstico de tuberculose e que apresentavam manifestação intratorácica da doença e sorologia anti-HIV negativa. RESULTADOS: Foram incluídos 153 doentes, média de 37,5 anos, predominância do sexo masculino (60,8%) e da raça branca (56,9%). Lesões pulmonares estavam presentes em 121 (79,1%); no restante ocorreu envolvimento torácico sem comprometimento pulmonar. Alterações do tipo infiltrado pulmonar ocorreram em 56 (36,6%), cavidade em 55 (36,0%), derrame pleural em 28 (18,3%), nódulo isolado em 6 (3,9%), linfonodomegalia mediastinal em 4 (2,6%) e padrão miliar em 4 (2,6%). Excetuando-se as lesões extrapulmonares, cavidades estiveram presentes em 45,5% dos doentes com lesões pulmonares. Considerando o infiltrado pulmonar que acompanhou a lesão cavitária, em 105 (68,6%) o infiltrado esteve presente. Excluindo-se aqueles com lesões extrapulmonares, o infiltrado apareceu em 86,8% dos doentes com lesões pulmonares. Baciloscopia foi positiva em 76,4% dos doentes com cavidade e em 50,0% dos sem cavidade (p = 0,003). CONCLUSÕES: O infiltrado pulmonar constitui-se na manifestação radiográfica mais freqüente da tuberculose pulmonar, estando a cavidade geralmente associada às lesões do tipo infiltrado pulmonar. Existe relação entre a presença de BAAR no escarro e as lesões cavitárias pulmonares.

Keywords : Tuberculosis; Pulmonary tuberculosis; Bacilloscopy; Radiology; Mycobacterium tuberculosis.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English