SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue5Chagas disease in a community in Southeast Brazil: I. A serlogic follow-up study on a vectorcontrolled areaEvidence of active herpesvirus 6 (variant-A) infection in patients with lymphadenopathy in Belém, Pará, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

On-line version ISSN 1678-9946

Abstract

GOMES, Mauro; SAAD JR., Roberto  and  STIRBULOV, Roberto. Tuberculose pulmonar: relação entre baciloscopia do escarro e lesões radiológicas. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2003, vol.45, n.5, pp.275-281. ISSN 1678-9946.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46652003000500007.

OBJETIVOS: Determinar a freqüência das manifestações radiológicas da tuberculose nos pacientes do Ambulatório de Tuberculose do Departamento de Medicina da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, e correlacionar a manifestação radiológica e a baciloscopia direta do escarro. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram revisados os prontuários e as radiografias de tórax de todos os doentes atendidos entre janeiro/1996 e dezembro/1998. Foram selecionados os doentes com diagnóstico de tuberculose e que apresentavam manifestação intratorácica da doença e sorologia anti-HIV negativa. RESULTADOS: Foram incluídos 153 doentes, média de 37,5 anos, predominância do sexo masculino (60,8%) e da raça branca (56,9%). Lesões pulmonares estavam presentes em 121 (79,1%); no restante ocorreu envolvimento torácico sem comprometimento pulmonar. Alterações do tipo infiltrado pulmonar ocorreram em 56 (36,6%), cavidade em 55 (36,0%), derrame pleural em 28 (18,3%), nódulo isolado em 6 (3,9%), linfonodomegalia mediastinal em 4 (2,6%) e padrão miliar em 4 (2,6%). Excetuando-se as lesões extrapulmonares, cavidades estiveram presentes em 45,5% dos doentes com lesões pulmonares. Considerando o infiltrado pulmonar que acompanhou a lesão cavitária, em 105 (68,6%) o infiltrado esteve presente. Excluindo-se aqueles com lesões extrapulmonares, o infiltrado apareceu em 86,8% dos doentes com lesões pulmonares. Baciloscopia foi positiva em 76,4% dos doentes com cavidade e em 50,0% dos sem cavidade (p = 0,003). CONCLUSÕES: O infiltrado pulmonar constitui-se na manifestação radiográfica mais freqüente da tuberculose pulmonar, estando a cavidade geralmente associada às lesões do tipo infiltrado pulmonar. Existe relação entre a presença de BAAR no escarro e as lesões cavitárias pulmonares.

Keywords : Tuberculosis; Pulmonary tuberculosis; Bacilloscopy; Radiology; Mycobacterium tuberculosis.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License