SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue6Assessment of the rapid test based on an immunochromatography technique for detecting anti-Treponema pallidum antibodiesAssessment of chloroquine single dose treatment of malaria due to Plasmodium vivax in Brazilian Amazon author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

On-line version ISSN 1678-9946

Abstract

SOUZA, Silmara de; BONON, Sandra H. A.; COSTA, Sandra C. B.  and  ROSSI, Cláudio L.. Avaliação de um teste de avidez imunoenzimático para o citomegalovírus humano (ELISA-HCMV) para distinguir a infecção primária recente da infecção de longa duração. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2003, vol.45, n.6, pp.323-326. ISSN 1678-9946.  https://doi.org/10.1590/S0036-46652003000600005.

Este artigo descreve a padronização e avaliação de um teste de avidez imunoenzimático para o citomegalovírus humano (ELISA-HCMV) para distinguir a infecção primária recente da infecção de longa duração. O teste foi padronizado com o kit comercial ETI-CYTOK G Plus (Sorin Biomedica, Itália), utilizando uréia 8 M para a dissociação dos anticorpos de baixa avidez. A performance do teste ELISA-HCMV foi comparada com a do teste de avidez comercial automatizado VIDAS CMV IgG (bioMérieux, França), utilizando 24 soros de pacientes com infecção primária recente e 25 soros de pacientes com infecção de longa duração apresentando persistência de anticorpos específicos IgM. Resultados similares foram obtidos com os dois métodos de avidez. Todos os 24 soros de pacientes com infecção recentemente adquirida apresentaram índices de avidez compatíveis com infecção aguda pelo HCMV utilizando o teste VIDAS CMV IgG, enquanto que um dos soros apresentou resultado duvidoso no teste ELISA-HCMV. Os 25 soros de pacientes com infecção de longa duração apresentaram resultados idênticos com os dois métodos, com apenas um dos soros apresentando um valor não compatível. Estes resultados sugerem que o teste de avidez descrito pode ser potencialmente útil para o imunodiagnóstico da infecção pelo HCMV.

Keywords : HCMV; Avidity test; Immunodiagnosis.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License