SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 issue2Impact of antihelminthic treatment on infection by Ascaris lumbricoides, Trichuris trichiura and hookworms in Covas, a rural community of Pernambuco, BrazilStudy of enteroparasites infection frequency and chemotherapeutic agents used in pediatric patients in a community living in Porto Alegre, RS, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

On-line version ISSN 1678-9946

Abstract

MENTZ, Márcia Bohrer; GRAEFF-TEIXEIRA, Carlos  and  GARRIDO, Cinara Tentardini. O tratamento com mebendazol não está associado a migração distal de adultos de Angiostrongylus costaricensis na infecção experimental murina. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2004, vol.46, n.2, pp.73-75. ISSN 1678-9946.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46652004000200003.

Angiostrongilíase abdominal é uma zoonose causada por um metastrongilídeo intra-arterial, o Angiostrongylus costaricensis. Infecção acidental humana pode resultar em doença abdominal e o tratamento com anti-helmínticos é contra-indicado pela possibilidade de agravamento das lesões com a excitação ou morte dos vermes intra-vasculares. Para avaliar o efeito do mebendazole sobre a localização dos vermes, camundongos Swiss machos, com 5 semanas de idade foram infectados individualmente com 10 larvas de terceiro estágio. Doze deles foram tratados 22 dias após a infecção, com mebendazole, na dose de 5 mg/kg/dia, por 5 dias consecutivos. Igual número de camundongos infectados, não tratados e um terceiro grupo de animais não infectados e não tratados, serviram como grupos controles. À necrópsia observaram-se os seguintes resultados: a proporção de vermes adultos encontrados na artéria mesentérica do ceco e cólon foi de 80% no grupo C e 92% no grupo T. A proporção de vermes adultos encontrados na aorta torácica foi de 10% no grupo C e de 8% no grupo T. No grupo C, 10% dos vermes também foram encontrados na veia porta e na artéria esplênica. Estes resultados indicam que o mebendazole não induz migração ectópica ou distal do Angiostrongylus costaricensis.

Keywords : Angiostrongylus costaricencis; Adult stage; Migration; Mebendazole.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License