SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 issue2Study of enteroparasites infection frequency and chemotherapeutic agents used in pediatric patients in a community living in Porto Alegre, RS, BrazilDetermination of human cytomegalovirus genetic diversity in different patient populations in Costa Rica author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

AGUIAR-SANTOS, Ana Maria et al. Toxocaríase humana: freqüência de anticorpos anti-Toxocara em crianças e adolescentes atendidos em um ambulatório especializado de filariose linfática em Recife, Nordeste do Brasil. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2004, vol.46, n.2, pp. 81-85. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46652004000200005.

Através de estudo do tipo transversal com amostra constituída por 386 crianças e adolescentes atendidos em um ambulatório especializado de filariose, do Recife, nordeste do Brasil, determinou-se a frequência de anticorpos anti-Toxocara e sua relação com faixa etária, sexo, número de eosinófilos periféricos, microfilárias de Wuchereria bancrofti e parasitos intestinais. A freqüência encontrada de anticorpos IgG total anti-Toxocara, realizada através da técnica de ELISA, foi de 39,4%, com 40,1% no sexo masculino e 37,6% no feminino, diferença esta sem significância estatística. O grupo com maior freqüência de anticorpos anti-Toxocara foi o de 6-10 anos (60%) e, apenas nessa faixa etária, encontrou-se uma diferença estatisticamente significante quanto ao sexo, com predomínio do masculino. Observou-se associação estatisticamente significante entre o número de eosinófilos e a presença de anticorpos anti-Toxocara. A freqüência de parasitos intestinais foi de 52,1%, porém sem associação entre este achado e a presença de anticorpos anti-Toxocara. Na presente análise, 42,2% dos pacientes eram portadores de microfilárias de Wuchereria bancrofti, porém esta infecção não esteve associada à presença de anticorpos anti-Toxocara o que sugere que não houve cruzamento do ELISA com a presença de parasitoses intestinais e filariose.

Keywords : Toxocariasis; Visceral larva migrans; Anti-Toxocara antibodies; Toxocara canis; Eosinophilia; Wuchereria bancrofti.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English