SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 issue4PCR - based diagnosis to evaluate the performance of malaria reference centers author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

VIEIRA, Regine H.S.F. et al. Vibrio spp. e Salmonella spp. em caranguejos, Ucides cordatus. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2004, vol.46, n.4, pp. 179-182. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46652004000400001.

Foram pesquisadas a presença de Vibrio spp. e de Salmonella spp. em caranguejos comercializados na Av. Bezerra de Menezes, Fortaleza, Ceará, Brasil, no período entre fevereiro e maio de 2003. O número de indivíduos em cada, das quinze coletas realizadas, semanalmente, variava entre quatro e oito dependendo do tamanho dos animais, totalizando um número de 90 (noventa) animais examinados. Foram identificadas sete cepas de Salmonella spp. provenientes de quatro coletas: cinco foram identificadas como sorovar S. Senftenberg e duas como S. Poona. Todas as cepas de Salmonella, isoladas das amostras de caranguejos, apresentaram sensibilidade aos antimicrobianos testados, com exceção de tetraciclina e ácido nalidíxico para os quais elas apresentaram uma sensibilidade intermediária. Os NMPs para Vibrio spp. variaram entre 110 e 110.000/g. Das quarenta e cinco cepas de Vibrio spp. isoladas das amostras de caranguejo, foram identificadas, até espécie, somente 10: duas de V. alginolyticus e oito de V. parahaemolyticus. Foram também identificadas bactérias pertencentes às famílias Enterobacteriaceae e Pseudomonadaceae: Escherichia coli, Klebsiella pneumoniae, Enterobacter cloacae, Pantoea agglomerans e Pseudomonas aeruginosa. Recomenda-se que a cocção dos animais seja bem feita a fim de se evitar problemas para os consumidores dos crustáceos.

Keywords : Crabs; Vibrio spp.; Salmonella spp.; Susceptibility.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English