SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.50 issue2Clinical and serological evidence of Toxocara infection in school children from Morrope District, Lambayeque, PeruFeeding sources and trypanosome infection index of Rhodnius pallescens in a Chagas disease endemic area of Amador County, Panama author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

On-line version ISSN 1678-9946

Abstract

KHATER, Hanem Fathy  and  SHALABY, Afaf Abdel-Salam. Potencial de óleos de plantas biologicamente ativos para o controle da larva do mosquito Culex pipiens (Diptera: Culicidae) de localidade egípcia. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2008, vol.50, n.2, pp.107-112. ISSN 1678-9946.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46652008000200008.

O efeito inseticida de seis óleos de plantas comercialmente disponíveis foi testado contra larvas de 4ºinstar de Culex pipiens. Larvas foram coletadas originalmente de Meit El-Attar, Qalyubia Governorate, Egito e então cultivadas no laboratório até a geração F1. Os valores LC50 foram 32,42, 47,17, 71,37, 83,36, 86,06 e 152,94 ppm para o feno grego (Trigonella foenum-grecum), amêndoa da terra (Cyperus esculentus), mostarda (Brassica compestris), olíbano (Boswellia serrata), rocket (Eruca sativa) e salsa (Carum ptroselium), respectivamente. Os óleos testados alteraram alguns aspectos biológicos do C. pipiens, por exemplo os períodos de desenvolvimento, estados de crisálida, e emergências de adultos. As concentrações mais baixas de óleo de olíbano e feno grego causaram extraordinário prolongamento da duração larval e pupal. Dados também mostraram que o aumento das concentrações foi diretamente proporcional à redução no estado de crisálida e emergências dos adultos. Notável decréscimo no estado de crisálida foi conseguido com o óleo de mostarda a 1000 ppm. Emergência de adulto foi diminuída no óleo de amêndoa da terra e feno grego a 25 ppm. Além do mais, os óleos de plantas testados, exibiram várias anormalidades morfológicas nas larvas, pupas e estádios adultos. Consequentemente, o óleo de feno grego foi o óleo mais potente e o maior causador de malformação em ambos estádios larval e pupal. Potencial dos óleos de plantas aplicados mostraram excelente resultado no controle do C. pipiens.

Keywords : Culex pipiens; Larvicidal oils; Morphological abnormalities; Biological aspects; Egypt.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License