SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.50 issue5Environmental contamination by Toxocara spp. Eggs in a rural settlement in BrazilEpidemiological and ecological aspects related to malaria in the area of influence of the lake at Porto Primavera dam, in western São Paulo State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

NOGUEIRA, Marcia Ferraz; SOTTO, Mírian N.  and  CUCE, Luiz Carlos. Leishmaniose tegumentar americana: células de Langerhans na reação intradérmica de Montenegro. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2008, vol.50, n.5, pp. 283-286. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46652008000500007.

Este trabalho analisou e quantificou as células de Langerhans e as características histopatológicas da reação de Montenegro nos pacientes com leishmaniose tegumentar americana (LTA) para caracterizar seu comportamento imunológico nas duas formas clínicas mais comuns da LTA, a leishmaniose cutânea localizada (LCL) e a leishmaniose cutâneo-mucosa (LCM). O exame histopatológico apresentou infiltrado inflamatório perivascular superficial e profundo, com predomínio de histiócitos e linfócitos, sem diferença significante entre as duas formas da doença. O resultado da quantificação das CL apresentou aumento das CL na LCL e diminuição na LCM em 48 e 72 horas após a inoculação do antígeno (p < 0,001). O aumento das células de Langerhans epidérmicas na reação de Montenegro da LCL demonstra a presença de imunidade celular específica, enquanto a diminuição das mesmas células na LCM não necessariamente demonstra uma diminuição da imunidade celular específica.

Keywords : Cutaneous leishmaniasis; Delayed type hypersensitivity; Immunopathology; Skin; Langerhans cells.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English