SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 issue1In vitro susceptibility testing of dermatophytes isolated in Goiania, Brazil, against five antifungal agents by broth microdilution method author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

Print version ISSN 0036-4665

Abstract

DA ROSA, Daniel; GEZUELE, Elbio; CALEGARI, Luis  and  GONI, Fernando. Produtos da excreção-secreção e proteases da fase leveduriforme do Sporothrix schenckii: detecção imunológica e clivagem de IgG humana. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2009, vol.51, n.1, pp. 1-7. ISSN 0036-4665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46652009000100001.

As preparações antigênicas de Sporothrix schenckii provêm geralmente de cultivos mistos de leveduras e micélios e apresentam reações cruzadas com outras micoses profundas. Foi padronizada a obtenção da fase leveduriforme pura, com alto índice de células viáveis, o que permite, por sua vez, obter produtos específicos da excreção-secreção sem contaminantes somáticos. Estes produtos da excreção-secreção são altamente imunogênicos, e não apresentam reações cruzadas visíveis em dupla difusão e sem Western blot. O preparado antigênico consiste principalmente em proteínas com peso molecular entre 40 e 70 kDa, sendo que algumas apresentam atividade proteolítica em meios levemente ácidos. Foi observada atividade do tipo catepsina em produtos da excreção-secreção obtidos a partir de leveduras de dois dias de cultivo, e atividade do tipo quimiotripsina aos quatro dias de cultivo, consistente com a mudança de concentração de proteínas secretadas. As proteases puderam clivar diferentes subclasses de IgG humanas, o que sugere uma produção seqüencial de antígenos e moléculas que podem interagir com a resposta imune do hospedeiro.

Keywords : Sporothrix schenckii; Excretion-secretion product; Human immunoglobulin; Proteases; Yeast phase.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English