SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 número1Atividade modulatória de anti-oxidantes contra a toxicidade da rifampicina in vivoEstudo clinico-epidemiológico de 27 envenenamentos causados pela ingestão de baiacus (Tetrodontidae) nos estados de Santa Catarina e Bahia, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

versão On-line ISSN 1678-9946

Resumo

HADDAD JUNIOR, Vidal; SILVEIRA, Fábio Lang da  e  MIGOTTO, Álvaro Esteves. Lesões dermatológicas observadas nos acidentes por cnidários (águas-vivas e caravelas): etiologia e gravidade dos envenenamentos no litoral do Brazil. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2010, vol.52, n.1, pp.47-50. ISSN 1678-9946.  https://doi.org/10.1590/S0036-46652010000100008.

Cnidários são animais que apresentam no corpo (especialmente nos tentáculos) organelas de defesa chamadas nematocistos, podendo causar graves envenenamentos. Este trabalho procura estabelecer padrões clínicos auxiliares na identificação das espécies de cnidários brasileiros e pesquisar provável correlação das lesões na pele com a gravidade do acidente. Cento e vinte e oito pacientes foram observados no Pronto-Socorro de Ubatuba (Litoral Norte do estado de São Paulo) em período de seis anos (2002-2008). Cerca de 80% dos acidentes mostraram apenas manifestações locais (dor, eritema e edema). Nestes casos, as marcas cutâneas foram pequenas, ovais e arredondadas, algumas vezes com impressões de pequenos tentáculos. As marcas foram menores que 20 cm. Aproximadamente 20% das vítimas tinham lesões longas, lineares e cruzadas, maiores que 20 cm com frequente observação de fenômenos sistêmicos, como mal estar, vômitos, dispnéia e taquicardia. O padrão das marcas arredondadas e curtas é compatível com hidromedusa muito comum nas regiões Sudeste e Sul do Brasil (Olindia sambaquiensis), que causa acidentes de pequena magnitude. As marcas longas e lineares, associadas à dor intensa e fenômenos sistêmicos, são compatíveis com envenenamento pelas cubomedusas Tamoya haplonema e Chiropsalmus quadrumanus e o hidrozoário Physalis physalis, a caravela. Houve associação entre as marcas cutâneas e a provável etiologia do acidente. Esta regra simples de observação clínica pode ter valor clínico, uma vez que a Classe Cubozoa (vespas-do-mar) e as caravelas causam os acidentes mais graves. Nestes casos, a atenção médica deve ser redobrada, incluindo cuidados intensivos, uma vez que fenômenos sistêmicos podem se associar a óbitos.

Palavras-chave : Cnidarians; Box jellyfish; Portuguese man-of-war; Human envenoming; Skin marks; Brazil.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons