SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue5Epidemiology and ecology of dermatophytosis in Fortaleza city: Trichophyton tonsurans as an important emergent pathogen of Tinea capitis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

ROCHA, Ademir et al. O plexo pampiniforme na fase crônica da doença de Chagas humana: avaliação histológica. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2000, vol.33, n.5, pp. 413-416. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822000000500001.

Pesquisou-se a ocorrência, na parede das veias do plexo pampiniforme de chagásicos crônicos, de acúmulos intracelulares de Trypanosoma cruzi e sinais inflamatórios (flebite). Para tal fim, colheram-se, à necropsia, 23 pares de funículos espermáticos, epidídimos e testículos, sendo 17 de chagásicos crônicos e 6 de controles (não chagásicos). Em cada caso, foram feitos múltiplos cortes das gônadas e dos vasos; fez-se pesquisa de T. cruzi por imuno-histoquímica nos funículos espermáticos de todos os casos. Não se observaram parasitos nas paredes vasculares. Notou-se flebite crônica inespecífica, focal e discreta, em cinco chagásicos (bilateral em três pacientes) e dois controles; havia infiltração mononuclear discreta do interstício funicular em treze chagásicos e cinco controles. A análise estatística dos resultados (c2) não revelou diferenças significativas. Conclui-se que o ambiente hormonal devido à testosterona não parece favorecer a infecção da parede dos vasos gonadais por Trypanosoma cruzi, embora, segundo a literatura, o referido hormônio pareça ter ações imunodepressoras.

Keywords : Doença de Chagas; Plexo pampiniforme; Trypanosoma cruzi; Flebite crônica; Testosterona.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese