SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 issue1Profile of the leprosy patients of hiperendemic area Amazonian Maranhão, BrazilAmerican cutaneous leishmaniasis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

PRATA, Aluízio et al. Eficácia da azitromicina no tratamento da leishmaniose cutânea. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2003, vol.36, n.1, pp. 65-69. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822003000100010.

O presente estudo piloto aberto avaliou a eficácia da Azitromicina em pacientes com leishmaniose cutânea, em Araçuaí e Varzelândia, MG. Foram tratados 24 pacientes após exame clínico, teste de Montenegro, e biópsia, e que tivessem menos de seis meses de evolução da doença. Os esquemas de tratamento empregaram doses, pela via oral, de 500 mg por dia durante 3,5 e 10 dias e de 1000 mg durante dois dias. Mensalmente foi realizado controle clínico e quando necessário, repetidos ciclos do medicamento, até reepitelização completa das lesões. Na avaliação final 20 pacientes terminaram o estudo, dos quais 17 (85%) foram curados. O tempo de cura foi de 60 dias em 6 (30%) pacientes, de 90 dias em 7 (35%) e de 120 dias em 4 (20%). Os três pacientes que tiveram falha terapêutica receberam antimonial pentavalente durante 20 dias. Não foram observadas reações adversas ao medicamento e o seguimento até 14 meses pós-tratamento não mostrou recidiva em nenhum dos pacientes. Estes resultados sugerem que a Azitromicina pode ser uma boa opção terapêutica para o tratamento de leishmaniose cutânea causada por Leishmania Viannia brasiliensis.

Keywords : Leishmaniose cutânea; Azitromicina; Leishmania Viannia brasiliensis.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English