SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 issue4The efficiency of the examination of compressed fecal samples for Schistosoma mansoni eggsBlastocystosis: controversy and indefinedness author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

On-line version ISSN 1678-9849

Abstract

CAMPOS JUNIOR, Dioclécio et al. Freqüência de soropositividade para antígenos de Toxocara canis em crianças de classes sociais diferentes. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2003, vol.36, n.4, pp. 509-513. ISSN 1678-9849.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822003000400013.

Para estudar a freqüência da infecção pelo Toxocara canis em crianças de classes sociais diferentes de Brasília, Brasil, foram testados soros de 602 crianças de ambos os sexos, de 1 a 12 anos, distribuídas em dois grupos representativos de condições socioeconômicas distintas. As amostras do primeiro grupo foram obtidas em laboratório público que atende bairros pobres. As do segundo grupo foram colhidas em laboratório privado, que serve à classe média. Os anticorpos anti-Toxocara foram detectados pelo método ELISA, com antígenos de Toxocara canis, e absorção com antígenos do Ascaris suum. A prevalência de soropositividade foi de 21,8% (66/302) no primeiro grupo e de 3% (9/300) no segundo (p<0,0001). Não houve diferença quanto ao gênero ou idade das crianças. Os resultados sugerem significativa prevalência de toxocaríase na população infantil de Brasília, com predomínio nas classes sociais menos favorecidas economicamente.

Keywords : Toxocaríase; Larva migrans visceral; Toxocara canis; ELISA.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License