SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue4Magnetic resonance imaging and ultrasound in hepatosplenic schistosomiasis mansoniDengue prevention: focus on information author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

BASTA, Paulo Cesar; COIMBRA JUNIOR, Carlos E.A.; ESCOBAR, Ana Lúcia  and  SANTOS, Ricardo Ventura. Aspectos epidemiológicos da tuberculose na população indígena Suruí, Amazônia, Brasil. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2004, vol.37, n.4, pp. 338-342. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822004000400010.

A tuberculose permanece como prioridade de saúde pública no Brasil e atinge níveis preocupantes em certos segmentos sociais, como é o caso dos povos indígenas. O objetivo deste artigo é proceder a uma análise epidemiológica do banco de dados do Programa Municipal de Controle da Tuberculose em Cacoal, Rondônia, buscando-se caracterizar o perfil da doença no grupo indígena Suruí. Foi conduzida análise descritiva dos casos notificados entre 1975 e 2002. Os resultados evidenciam indicadores epidemiológicos alarmantes se comparados a de outros segmentos populacionais indígenas e não-indígenas. O coeficiente de incidência médio de tuberculose verificado nos Suruí no decênio 1991-2002 foi de 2518,9 por 100.000 habitantes. Foi observado que 45% dos casos foram em crianças < 15 anos e 63,3% eram do sexo masculino. Somente 43,2% dos casos notificados tiveram confirmação baciloscópica. Não há registro de realização de testes com PPD, cultura ou exame histopatológico no período. Chama-se a atenção para a necessidade de implementação de medidas de prevenção e controle voltados especificamente para a realidade dos povos indígenas.

Keywords : Epidemiologia; Tuberculose; Índios sul-americanos; Serviços de saúde.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese