SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número6Soroprevalência da infecção chagásica no Estado do Piauí, 2002Envolvimento hepático em pacientes com dengue hemorrágico: manifestação rara? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

versão impressa ISSN 0037-8682versão On-line ISSN 1678-9849

Resumo

OLIVEIRA-PEREIRA, Yrla Nívea; REBELO, José Manuel Macário; MORAES, Jorge Luiz Pinto  e  PEREIRA, Silma Regina Ferreira. Diagnóstico molecular da taxa de infecção natural de flebotomíneos (Psychodidae, Lutzomyia) por Leishmania sp na Amazônia maranhense. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2006, vol.39, n.6, pp.540-543. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822006000600005.

A taxa de infecção natural de três diferentes espécies de flebotomíneos por Leishmania foi estudada usando a técnica de reação em cadeia da polimerase. Primers específicos para Leishmania foram designados para examinar se os pools de flebotomíneos estavam infectadas. Um total de 1.100 fêmeas separadas em pools de 10 indivíduos foram examinados, consistindo de 50 Lutzomyia whitmani, 43 Lutzomyia triacantha e 17 Lutzomyia choti. De todos os pools analisados, 4 de Lutzomyia whitmani estavam positivos, mas nenhum pool das duas espécies restantes estava infectado. Deste modo, uma taxa de infecção de 0,4% foi verificada neste estudo. Esta taxa de infecção associada a estudos anteriores sugere que Lutzomyia whitmani transmite Leishmania aos mamíferos em Buriticupu, Maranhão.

Palavras-chave : Biologia molecular; Flebotomíneos; Leishmania; Lutzomyia whitmani.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons