SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número3Genotipagem do HIV em mulheres profissionais do sexo no Estado de Santa CatarinaCaracterização do sorotipo 1 do vírus da dengue de epidemias entre 2001-2003 em Porto Velho, Rondônia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

versão impressa ISSN 0037-8682versão On-line ISSN 1678-9849

Resumo

SILVA, Heloísa Helena Garcia da et al. Atividade larvicida das frações do óleo-resina da planta medicinal brasileira Copaifera reticulata Ducke (Leguminosae-Caesalpinoideae) sobre o Aedes aegypti (Diptera, Culicidae). Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2007, vol.40, n.3, pp.264-267. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822007000300002.

A atividade larvicida das frações do óleo-resina de Copaifera reticulata Ducke (Leguminosae-Caesalpinoideae) foi avaliada em larvas de 3º estádio de Aedes aegypti, na busca de alternativas para o controle desse mosquito. As frações bioativas foram monitoradas quimicamente através de cromatografia de camada delgada, analisada por ressonância magnética nuclear de hidrogênio (1H e 13C) e espectrometria de massas. Os bioensaios foram realizados à temperatura de 28±1°C, 80±5% de umidade relativa e fotofase de 12h, com cinco repetições. A mortalidade foi determinada através do escurecimento da cápsula cefálica, após 24h de exposição das larvas às soluções. As frações mais ativas foram CRM1-4 (sesquiterpenos) e CRM5-7 (diterpeno labdano), que mostraram os valores de CL50 de 0,2 e 0,8ppm, respectivamente.

Palavras-chave : Copaifera reticulata; Aedes aegypti; Terpenoides; Atividade larvicida.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons