SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 issue6The activity of azithromycin against Leishmania (Viannia) braziliensis and Leishmania (Leishmania) amazonensis in the golden hamster modelHydatidosis cases in one of Mar del Plata City hospitals, Buenos Aires, Argentina author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

AGUIAR, José Ivan Albuquerque et al. Protozoários e helmintos intestinais entre índios Terena do Estado do Mato Grosso do Sul: alta prevalência de Blastocystis hominis. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2007, vol.40, n.6, pp. 631-634. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822007000600006.

Um inquérito parasitológico foi realizado em índios Terena da aldeia Tereré, do município de Sidrolândia, Estado do Mato Grosso do Sul, Brasil. Amostras únicas de fezes de 313 índios foram processadas pelo método de sedimentação espontânea. Na população estudada, 73.5% estavam infectados por pelo menos um parasita ou comensal intestinal. Os protozoários predominaram. Blastocystis hominis (40.9%), Entamoeba coli (33.2%) e Entamoeba histolytica/Entamoeba dispar (31.6%) foram os mais comuns. A análise bivariada demonstrou que as mulheres estavam mais infectadas no geral e apresentavam maior taxa de infecção para Entamoeba histolytica/Entamoeba dispar e Entamoeba coli. Os homens estavam mais infectados por ancilostomídeos e Strongyloides stercoralis que as mulheres. As precárias condições sanitárias da aldeia Tereré são provavelmente um fator contribuinte para a alta prevalência de protozoários.

Keywords : Blastocystis hominis; Parasitas intestinais; Comensais; Índios; Brasil.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English