SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 issue2Avidity of IgG antibodies against excreted/secreted antigens of Toxoplasma gondii: immunological marker for acute recent toxoplasmosisAbsence of experimental cross-protection induced by a Trypanosoma cruzi-like strain isolated from bats author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

DAL FABBRO, Márcia Maria Ferrairo Janini et al. Infecção pelo HTLV 1/2: atuação no pré-natal como estratégia de controle da doença no Estado de Mato Grosso do Sul. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2008, vol.41, n.2, pp. 148-151. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822008000200003.

Neste estudo, foi estimada a prevalência da infecção pelo HTLV 1/2 em gestantes no Estado de Mato Grosso do Sul, por meio das técnicas ELISA, Western Blot e PCR, em amostras de sangue obtidas por punção venosa periférica. Foram examinadas 116.689 gestantes, sendo diagnosticadas 153 infectadas pelo HTLV 1/2, com prevalência de 0,13%. Deste total, 133 (86,9%) eram do tipo 1 e 20 (11,1%) do tipo 2. Das 153 gestantes, 73,2% eram negras, pardas ou índias, cerca de 90% tinham atividades domésticas e 75,8% (116/153) tinham 7 anos ou menos de escolaridade. As 153 gestantes tiveram 172 gestações, durante o período do estudo, sendo que 164 tiveram acompanhamento. Das gestações acompanhadas, 6,7% (11/164) evoluíram para aborto, 26,8% (41/153) gestantes relataram abortos anteriores, sendo que 31,7% (13/41) apresentaram mais de dois abortos. Co-morbidades foram detectadas em 17% (26/153) sendo 3,3% (5/153) com HIV (p<0,000002). Os autores enfatizam a importância da identificação das gestantes infectadas pelo HTLV1/2 na estratégia de controle e prevenção da doença.

Keywords : HTLV 1/2; Gestantes; Prevalência; Estado de Mato Grosso do Sul.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese