SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 issue2Thalidomide used by patients with erythema nodosum leprosumSeries of acute Chagas' disease cases attended at a tertiary-level clinic in Manaus, State of Amazonas, from 1980 to 2006 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

SCHEID, Liliane Alves et al. Candida dubliniensis não evidencia atividade fosfolipásica: verdadeiro ou falso?. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2010, vol.43, n.2, pp. 205-206. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822010000200020.

INTRODUÇÃO: Avaliou-se a atividade fosfolipásica em Candida albicans e Candida dubliniensis isoladas de casos de candidíase oral. MÉTODOS: A atividade de fosfolipase foi avaliada em ágar gema de ovo. RESULTADOS: Todos os isolados de C. albicans (nº = 48) evidenciaram atividade fosfolipásica (média Pz = 0.66). Todavia, nenhum isolado de C. dubliniensis (nº= 24) demonstrou esta atividade. CONCLUSÕES: Os autores discutem se estes achados são uma característica verdadeira de C. dubliniensis ou uma conseqüência da metodologia empregada, a qual inclui a possibilidade de que o NaCl seja inibidor da atividade enzimática de C. dubliniensis.

Keywords : Candida albicans; Candida dubliniensis; Atividade de fosfolipase.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English