SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 issue6Decline in prevalence and asymmetric distribution of human T cell lymphotropic virus 1 and 2 in blood donors, State of Minas Gerais, Brazil, 1993 to 2007Antituberculosis drug-induced hepatotoxicity: a comparison between patients with and without human immunodeficiency virus seropositivity author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

CARVALHO, Kátia Silene Sousa et al. Detecção por PCR do DNA de vários herpesvírus humanos na saliva de indivíduos infectados pelo HIV em Teresina, Estado do Piauí, Brasil. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2010, vol.43, n.6, pp.620-623. ISSN 0037-8682.  https://doi.org/10.1590/S0037-86822010000600003.

INTRODUÇÃO: Alguns herpesvírus humanos são frequentemente associados a doenças orofaciais em humanos. A transmissão destes vírus ocorre através do contato com secreções contaminadas, especialmente a saliva. A infecção pelo vírus da imunodeficiência humana é considerada um fator de risco para a aquisição de HHVs e doenças correlatas. MÉTODOS: Este trabalho teve como objetivo detectar por PCR o DNA de HSV-1, EBV, CMV e HHV-8 na saliva de pacientes infectados com HIV em Teresina, nordeste do Brasil, e comparar os dados obtidos com o grupo controle (indivíduos HIV negativos). RESULTADOS: Não há diferença na prevalência de detecção de HHVs na saliva de indivíduos HIV soropositivos e soronegativos. No entanto, as frequências individuais de detecção dos diferentes HHVs são diferentes entre estas duas populações. A soropositividade para HIV apresentou correlação positiva com a presença de CMV (OR: 18,2, p = 0,00032) e EBV (OR: 3,44, p = 0,0081). Não foi verificada nenhuma associação entre a contagem de CD4 e prevalência de HHVs na saliva, no entanto existe uma forte associação entre a soropositividade e a detecção do DNA de vários HHVs na saliva (OR: 4,83, p = 0,0028). CONCLUSÕES: Estes resultados sugerem que a transmissão salivar de HHVs é um evento comum entre os indivíduos HIV soropositivos e soronegativos de Teresina, Piauí, Brasil, e, especialmente para os pacientes soropositivos, a saliva é um fator de risco para a aquisição/transmissão de múltiplos HHVs.

Keywords : Herpesvirus humanos; Saliva; PCR; HIV soropositivo.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License