SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 número2Serosurvey of hantavirus infection in humans in the border region between Brazil and ArgentinaRabies diagnosis and serology in bats from the State of São Paulo, Brazil índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

versión impresa ISSN 0037-8682

Resumen

BARATA, Ricardo Andrade et al. Flebotomíneos (Diptera: Psychodidae) em Governador Valadares, área de transmissão de leishmaniose tegumentar americana no Estado de Minas Gerais, Brasil. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2011, vol.44, n.2, pp. 136-139.  Epub 18-Mar-2011. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822011005000003.

INTRODUÇÃO: Um estudo da fauna de flebotomíneos foi realizado em uma área endêmica para leishmaniose tegumentar americana no município de Governador Valadares, no Estado de Minas Gerais, Brasil. MÉTODOS: Capturas foram feitas com armadilhas luminosas HP em quatro bairros, três noites por mês, durante o período de janeiro a dezembro de 2008. A correlação entre fatores climáticos (temperatura, umidade relativa do ar e pluviosidade) e o número de flebotomíneos coletados foi avaliada. RESULTADOS: Foram capturados 5.413 espécimes de flebotomíneos, distribuídos em 12 espécies, sendo 2.851 (52%) fêmeas e 2.562 (48%) machos. CONCLUSÕES: Lutzomyia intermedia foi predominante com 29,9% das espécies capturadas, sugerindo ser a responsável pela transmissão de LTA, juntamente com L. whitmani, que também foi encontrada na região (4,3%). A presença de L. longipalpis (11,9%), principal vetor de LV no Brasil, é um dado relevante tornando-se necessário uma rigorosa vigilância entomológica na região.

Palabras llave : Leishmaniose tegumentar americana; Phlebotominae; Lutzomyia; Flebotomíneos; Governador Valadares.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés