SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 issue3Co-infection and risk factors of tuberculosis in a Mexican HIV+ populationReemergence of yellow fever: detection of transmission in the State of São Paulo, Brazil, 2008 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

MARTINY, Patrícia Borba et al. Comparação de métodos para detecção de infecção por citomegalovírus em pacientes imunossuprimidos. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2011, vol.44, n.3, pp. 286-289.  Epub May 27, 2011. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822011005000029.

INTRODUÇÃO: O citomegalovírus humano (HCMV), causador de infecção latente, reativa com frequência em pacientes imunossuprimidos. Portanto, o HCMV permanece uma das infecções mais comuns após transplantes de órgãos sólidos e de células hematopoiéticas resultando em significativa morbidade, perda do enxerto e ocasional mortalidade. Assim, o diagnóstico precoce para uma terapia preventiva é de grande importância. Este estudo visa comparar o desempenho dos métodos PCR qualitativo in-house e antigenemia pp65 para o diagnóstico de infecção por CMV em pacientes imunossuprimidos do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. MÉTODOS: O estudo foi realizado em 216 amostras de sangue total (EDTA) coletadas de 85 pacientes, entre agosto de 2006 e janeiro de 2007. RESULTADOS: Dentre as 216 amostras analisadas, 81 (37,5%) amostras apresentaram resultados positivos na PCR, enquanto 48 (22,2%) apresentaram resultados positivos na antigenemia. A sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e valor preditivo negativo para a PCR, considerando antigenemia como padrão foram 87,5%, 76,8%, 51,8% e 95,5%, respectivamente. CONCLUSÕES: Estes resultados demonstraram que a PCR tem alta sensibilidade e valor preditivo negativo. Consequentemente PCR é especialmente indicada para o diagnóstico inicial de infecção por HCMV. No caso da estratégia de terapia preventiva, a identificação de pacientes com alto risco para a doença por HCMV é fundamental e a PCR pode ser uma ferramenta útil.

Keywords : Citomegalovírus humano; Antigenemia; em cadeia da polimerase; Pacientes imunossuprimidos; Terapia preemptiva.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English