SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 issue3Prevalence of cholelithiasis in patients with chagasic megaesophagusSchistosoma mansoni specimens first described by Pirajá da Silva in Brazil (1908) re-examined by confocal laser scanning microscopy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

LIMA, Caliandra Maria Bezerra Luna et al. Estudo ultraestrutural das alterações morfológicas de vermes machos de Schistosoma mansoni após exposição in vitro à alicina. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2011, vol.44, n.3, pp.327-330.  Epub Apr 29, 2011. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822011005000023.

INTRODUÇÃO: O alho apresenta uma ampla gama de ações, incluindo antibacteriana, antiviral, antifúngico, antiprotozoário e anti-helmíntico. Esta atividade antiparasitária tem sido atribuída à alicina, que é o principal constituinte do alho. O presente estudo teve como objetivo investigar a ação in vitro da alicina no tegumento de vermes adultos de Schistosoma mansoni utilizando a microscopia eletrônica de varredura. MÉTODOS: Camundongos Swiss Webster foram infectados com cercárias de S. mansoni (100 por camundongo) e sacrificados 50 dias depois para aquisição de vermes adultos. Estes vermes foram coletados por perfusão e colocados em meio RPMI 1.640 a 37°C antes de transferir para o meio RPMI contendo 0 (controle), 5, 10, 15 e 20mg/mL de alicina, onde eles foram incubados por 2h. Os vermes foram fixados em uma solução de glutaraldeído a 2,5%, lavados duas vezes, pós-fixados em tetróxido de ósmio, lavados duas vezes e então desidratados em séries crescentes de etanol. As amostras foram secadas, montadas em stubs, metalizadas em ouro e visualizadas utilizando o microscópio eletrônico de varredura. RESULTADOS: A concentração de 5mg/mL causou o enrugamento do tegumento; a concentração de 10mg/mL resultou em alterações nos tubérculos e perda ou modificações nos espinhos. Com 15 e 20mg/mL crescentes danos no tegumento pode ser visto, tais como formação de vesículas e presença de úlceras. CONCLUSÕES: Esses resultados demonstram os efeitos da alicina nos vermes adultos de S. mansoni e indicam que a maioria das alterações ocorrem numa concentração maior do que a normalmente indicada para o tratamento.

Keywords : Alho; Schistosoma mansoni; Microscopia eletrônica de varredura.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License