SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 issue3In vitro differential activity of phospholipases and acid proteinases of clinical isolates of CandidaAssociated antimicrobial resistance in Enterococcus spp. clinical isolates author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

ISHIDA, Maria Márcia Imenes et al. Estudo soroepidemiológico da cisticercose humana com amostras de sangue total coletado em papel filtro, em Lages, Estado de Santa Catarina, 2004-2005. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2011, vol.44, n.3, pp. 339-343.  Epub July 01, 2011. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822011005000040.

INTRODUÇÃO: O primeiro levantamento sobre cisticercose humana e identificação dos fatores de risco associados à transmissão, foram realizados em Lages, SC. MÉTODOS: Oitocentos e setenta e sete voluntários de regiões periurbana e rural foram entrevistados e forneceram informações demográficas e condições sanitárias e de saúde. Amostras de sangue foram coletadas por meio de punção digital em papel filtro entre agosto 2004 e maio 2005. Verificou-se que 850 amostras estavam adequadas para análise. No ELISA, utilizou-se o antígeno heterólogo liquido vesicular de Taenia crassiceps. Para assegurar a confiabilidade dos resultados de ELISA, foram pareadas 77 amostras de soro e sangue eluido do papel filtro. A confirmação do diagnóstico sorológico foi feita por immunoblot (IB) com glicoproteínas purificadas de Taenia crassiceps. RESULTADOS: A reatividade de IgG eluída de sangue em papel filtro mostrou-se compatível com a dos soros correspondentes. A triagem por ELISA de 850 indivíduos revelou 186 (21,9%) positivos. De 213 pessoas convidadas a colher soro para IB (186 ELISA positivo e 27 com amostras de sangue total inadequadas), compareceram 130. O IB foi positivo em 29 (3,4%) de 850 amostras. Houve correlação significativa entre IB positivo e a prática de criação de suínos e de horta caseira (p = 0,0364). CONCLUSÕES: ELISA com sangue total em papel filtro mostrou-se adequado para inquéritos populacionais para cisticercose. A transmissão da cisticercose humana na área estudada mostrou correlação com criação suína domestica e horta caseira. A prevalência obtida foi semelhante à relatada em áreas endêmicas da América Latina.

Keywords : Cisticercose; Taenia crassiceps; Imunodiagnóstico; Epidemiologia.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English