SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue1Sandfly frequency in a clean and well-organized rural environment in the state of Paraná, BrazilEpidemiological, clinical, and operational aspects of leprosy patients assisted at a referral service in the state of Maranhão, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

VERAS, Larissa Sales Téles et al. Função eletromiográfica, grau de incapacidade e de dor em portadores de hanseníase submetidos à mobilização neural. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2012, vol.45, n.1, pp.83-88. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822012000100016.

INTRODUÇÃO: Este estudo tem como objetivo avaliar o efeito da técnica de mobilização neural sobre a função eletromiográfica, grau de incapacidade e dor em portadores de hanseníase. MÉTODOS: A amostra de 56 indivíduos portadores de hanseníase foi randomizada em: grupo experimental composto por 29 indivíduos submetidos ao tratamento com mobilização neural e grupo controle composto por 27 indivíduos submetidos ao tratamento convencional. Em ambos os grupos, foram tratadas as lesões nos membros inferiores. No tratamento com mobilização neural, o procedimento utilizado foi a mobilização das raízes lombossacrais e do nervo isquiático com viés para o nervo fibular, que inerva o músculo tibial anterior, o qual foi avaliado na eletromiografia. RESULTADOS: Ao analisar a função eletromiográfica, observou-se aumento significativo (p<0,05) no grupo experimental em ambos os músculos tibiais anteriores, direito (∆%=22,1; p=0,01) e esquerdo (∆%=27,7; p=0,009), comparado ao grupo controle no pré e pós teste. Ao analisar a força no movimento de extensão horizontal (∆%dir=11,7; p=0,003/∆% esq=27,4; p=0,002) e no movimento de dorso flexão (∆% dir=31,1; p=0,000/∆% esq=34,7; p=0,000), observou-se aumento significativo (p<0,05) em ambos os segmentos direito e esquerdo ao comparar o grupo experimental no pré e pós teste. O grupo experimental apresentou redução significativa (p=0,000) na percepção de dor e no grau de incapacidade ao comparar o pré e pós teste e na comparação com o grupo controle no pós teste. CONCLUSÕES: Pacientes submetidos à técnica de mobilização neural obtiveram melhora na função eletromiográfica e nos níveis de força muscular reduzindo o grau de incapacidade e dor.

Keywords : Mobilização neural; Eletromiografia; Grau de incapacidade; Dor; Hanseníase.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License