SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue4Liver fibrosis progression in HIV/hepatitis C virus coinfected patients with normal aminotransferases levelsDescriptive study of HTLV infection in a population of pregnant women from the state of Pará, Northern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

LOPES, Luiz Antonio Bueno  and  SILVA, Edina Mariko Koga da. Fatores biológicos, comportamentais e socioeconômicos associados ao óbito por AIDS em Brasília, Brasil, em 2007. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2012, vol.45, n.4, pp. 448-452. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822012000400006.

INTRODUÇÃO: No Distrito Federal, Brasil, houve importante redução das taxas de mortalidade e de letalidade por AIDS logo após a introdução da terapia antirretroviral altamente ativa, mas nos últimos anos o declínio dessas taxas não foi significativo. Não adesão ao tratamento e diagnóstico tardio parecem ser os principais fatores que elevam o risco de óbito por AIDS. Fatores comportamentais, socioeconômicos e biológicos também podem estar associados ao maior risco de óbito por AIDS. O objetivo deste estudo foi identificar quais desses fatores apresentaram associação com os óbitos por AIDS no Distrito Federal. MÉTODOS: Estudo do tipo caso-controle, utilizando os dados registrados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação, em que foram considerados casos os óbitos por AIDS ocorridos em 2007, residentes no Distrito Federal e maiores de 12 anos de idade e, controles os doentes de AIDS que não foram a óbito até 31 de dezembro de 2007, também residentes no Distrito Federal e com mais de 12 anos de idade. Prepararam-se, para cada grupo, tabelas de frequência e proporção para as variáveis. Foi verificada a associação estatística de cada fator isoladamente com a ocorrência dos óbitos e também por meio de um modelo de análise multivariável por regressão logística. RESULTADOS: Os fatores que apresentaram associação com maior risco de óbito foram: usar drogas injetáveis, ter idade maior ou igual a 50 anos e residir em local cujos moradores possuem baixa renda per capita. CONCLUSÕES: Identificaram-se fatores associados ao óbito por AIDS que poderão nortear o planejamento em saúde.

Keywords : Mortalidade; Letalidade; Usuários de drogas; Distribuição por idade; Fatores socioeconômicos.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English