SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número4A retrospective serologic survey of hantavirus infections in the county of Cássia dos Coqueiros, State of São Paulo, BrazilNosocomial infections in a pediatric intensive care unit of a developing country: NHSN surveillance índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

versión impresa ISSN 0037-8682

Resumen

REITER, Keli Cristine et al. Rifampicina falha na erradicação de biofilmes maduros formados por Staphylococcus aureus resistentes à meticilina. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2012, vol.45, n.4, pp.471-474. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822012000400011.

INTRODUÇÃO: A atividade dos antimicrobianos em biofilmes depende do seu peso molecular, de cargas positivas, coeficiente de permeabilidade e atividade bactericida. Vancomicina é a escolha primária para o tratamento de infecções causadas por Staphylococcus aureus resistentes à meticilina (MRSA) e rifampicina possui interessante propriedade antibiofilme, apesar da sua efetividade ainda ser fracamente definida. MÉTODOS: Foi investigada a atividade da rifampicina sozinha e em combinação com vancomicina frente à MRSA formadores de biofilme, utilizando o método das microplacas com diluição seriada e recuperação bacteriana em biofilme após exposição antimicrobiana. RESULTADOS: Concentração inibitória minima (MIC) e concentração bactericida mínima (MBC) para vancomicina e rifampicina foi de 0,5-1mg/l e 0,008-4mg/l; 1-4mg/l e 0,06-32mg/l, respectivamente. Biofilmes maduros foram expostos à vancomicina e rifampicina, e a concentração mínima para erradicar o biofilme (MBEC) foi 64-32.000 e 32-512 vezes maior do que para células planctônicas, respectivamente. A combinação de vancomicina (15mg/l) com rifampicina (6-diluições maior do que o MIC de cada isolado) não atingiu erradicação do biofilme in vitro, porém apresentou capacidade inibitória do biofilme formado (redução de 1,43 e 0,56log10 UFC/ml para produtores fracos e fortes, respectivamente; p<0,05). CONCLUSÕES: Rifampicina sozinha falhou em efetivamente matar MRSA formadores de biofilme, demonstrando fraca habilidade para erradicação de biofilmes maduros comparado com vancomicina.

Palabras clave : Staphylococcus aureus; Rifampicina; Vancomicina; Biofilme; Resistência.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons