SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número4A retrospective serologic survey of hantavirus infections in the county of Cássia dos Coqueiros, State of São Paulo, BrazilNosocomial infections in a pediatric intensive care unit of a developing country: NHSN surveillance índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

versión impresa ISSN 0037-8682

Resumen

REITER, Keli Cristine et al. Rifampicina falha na erradicação de biofilmes maduros formados por Staphylococcus aureus resistentes à meticilina. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2012, vol.45, n.4, pp. 471-474. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822012000400011.

INTRODUÇÃO: A atividade dos antimicrobianos em biofilmes depende do seu peso molecular, de cargas positivas, coeficiente de permeabilidade e atividade bactericida. Vancomicina é a escolha primária para o tratamento de infecções causadas por Staphylococcus aureus resistentes à meticilina (MRSA) e rifampicina possui interessante propriedade antibiofilme, apesar da sua efetividade ainda ser fracamente definida. MÉTODOS: Foi investigada a atividade da rifampicina sozinha e em combinação com vancomicina frente à MRSA formadores de biofilme, utilizando o método das microplacas com diluição seriada e recuperação bacteriana em biofilme após exposição antimicrobiana. RESULTADOS: Concentração inibitória minima (MIC) e concentração bactericida mínima (MBC) para vancomicina e rifampicina foi de 0,5-1mg/l e 0,008-4mg/l; 1-4mg/l e 0,06-32mg/l, respectivamente. Biofilmes maduros foram expostos à vancomicina e rifampicina, e a concentração mínima para erradicar o biofilme (MBEC) foi 64-32.000 e 32-512 vezes maior do que para células planctônicas, respectivamente. A combinação de vancomicina (15mg/l) com rifampicina (6-diluições maior do que o MIC de cada isolado) não atingiu erradicação do biofilme in vitro, porém apresentou capacidade inibitória do biofilme formado (redução de 1,43 e 0,56log10 UFC/ml para produtores fracos e fortes, respectivamente; p<0,05). CONCLUSÕES: Rifampicina sozinha falhou em efetivamente matar MRSA formadores de biofilme, demonstrando fraca habilidade para erradicação de biofilmes maduros comparado com vancomicina.

Palabras llave : Staphylococcus aureus; Rifampicina; Vancomicina; Biofilme; Resistência.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés