SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número4Ultrasound and magnetic resonance imaging findings in Schistosomiasis mansoni: expanded gallbladder fossa and fatty hilum signsIncreased detection of schistosomiasis with Kato-Katz and SWAP-IgG-ELISA in a Northeastern Brazil low-intensity transmission area índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

versión impresa ISSN 0037-8682

Resumen

GRENFELL, Rafaella Fortini Queiroz et al. Antígenos de vermes e ovos demonstraram detecção diferenciada de IgG baseado no tempo de infecção pelo Schistosoma mansoni em camundongos. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2012, vol.45, n.4, pp. 505-509. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822012000400018.

INTRODUÇÃO: A correlação entre o ensaio imunológico e o título de anticorpos serve como ferramenta para a determinação das diferentes fases da doença. MÉTODOS: Dois ensaios imunológicos simples para detecção de IgG específico para antígenos de vermes adultos e ovos do Schistosoma mansoni com amostras de soro murino foram padronizados e avaliados em nosso laboratório. Cinquenta camundongos negativos e positivos foram avaliados e os resultados obtidos por enzyme-linked immunosorbent assays (ELISA) foram comparados com o número de vermes adultos contados em tempos diferentes de infecção. RESULTADOS: Os dados mostraram que a ELISA com antígenos de vermes adultos (ELISA-SWAP) apresentou uma correlação satisfatória entre a absorbância obtida para os títulos de IgG e o número individual de vermes contados por perfusão do sistema porta hepático (R2=0,62). Adicionalmente, a ELISA-SWAP foi capaz de detectar diferencialmente amostras positivas com 30 e 60 dias de infecção (p=0,011 e 0,003, respectivamente), enquanto a ELISA com antígenos de ovos (ELISA-SEA) detectou amostras positivas com 140 dias de infecção (p=0,03). CONCLUSÕES: Estes dados mostram que o uso de antígenos diferentes em métodos imunológicos pode ser usado como ferramentas potenciais para a análise da evolução cronológica da infecção por S. mansoni na esquistossomose murina. Correlações com a esquistossomose humana devem ser discutidas.

Palabras llave : Esquistossomose mansônica; IgG. Antígenos de vermes [ovos]; Fases aguda [crônica].

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés