SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número5Immunopathogenesis and neurological manifestations associated to HTLV-1 infectionOccult hepatitis B virus infection in hemodialysis patients in Recife, State of Pernambuco, Brazil índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

versión impresa ISSN 0037-8682

Resumen

ALVES, Grazielle Arruda et al. Qualidade de vida de pacientes com hepatite C. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2012, vol.45, n.5, pp. 553-557. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822012000500003.

INTRODUÇÃO: O autorrelato sobre a qualidade de vida (QV) é cada vez mais estudado na avaliação de várias doenças, especialmente nas crônicas. No entanto, existem poucos dados na literatura focando a QV de pacientes vivendo com hepatite C crônica. O objetivo deste estudo foi avaliar a QV em pacientes com hepatite C através da escala World Health Organization Quality of Life Assessment versão breve (WHOQOL-bref). MÉTODOS: Foi feito contato com 108 pacientes de hepatite C que frequentavam o Ambulatório Médico de Especialidades em Tubarão, Santa Catarina, Brasil, de maio de 2010 a fevereiro de 2011. Os pacientes responderam ao WHOQOLbref e a um questionário sobre o seu tratamento e fatores de risco à infecção pelo vírus da hepatite C (VHC). RESULTADOS: Embora a maioria dos pacientes com hepatite C crônica considerasse sua QV boa ou muito boa (58,1%), 47 (44,8%) dos pacientes estavam nada ou muito pouco satisfeitos com a sua saúde. Sobre as respostas do WHOQOL, o domínio ambiental obteve o escore mais alto (25,15 + 5,77), enquanto o menor escore foi do domínio relações sociais (9,19 + 2,5). Houve associação estatística significativa entre renda familiar e qualidade de vida em todos os domínios (p<0,001) e associação estatística significativa entre educação e os domínios físico, psicológico e social da qualidade de vida (p<0,05). CONCLUSÕES: Baseado nas respostas dadas no WHOQOL-bref, pacientes com hepatite C crônica têm uma QV geralmente pobre, especialmente no domínio relações sociais. A renda familiar e o nível de educação foram fatores que interferiram significativamente na auto-avaliação da qualidade de vida dos pacientes.

Palabras llave : Qualidade de vida; Hepatite C; Doença crônica.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés