SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número5Surveillance of influenza A H1N1 2009 among school children during 2009 and 2010 in São Paulo, BrazilMultidrug resistance genes, including blaKPC and blaCTX-M-2, among Klebsiella pneumoniae isolated in Recife, Brazil índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

versión impresa ISSN 0037-8682

Resumen

MACHINER, Fernanda; CARDOSO, Rebecca Martins; CASTRO, Cleudson  y  GURGEL-GONCALVES, Rodrigo. Ocorrência de Triatoma costalimai (Hemiptera: Reduviidae) em diferentes ambientes e estações climáticas: um estudo de campo em área de cerrado. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2012, vol.45, n.5, pp. 567-571. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822012000500006.

INTRODUÇÃO: Espécimes de Triatoma costalimai infectados por Trypanosoma cruzi têm sido detectados em unidades domiciliares no Brasil Central, mantendo o risco potencial de transmissão vetorial da doença de Chagas. Objetivou-se determinar a ocorrência e infecção natural de T. costalimai em habitats rochosos em diferentes ambientes (mata de galeria, mata seca e peridomicílio) e estações climáticas (chuvosa e seca), no município de Mambaí, Estado de Goiás, Brasil. MÉTODOS: Os triatomíneos foram capturados em outubro de 2010 e junho de 2011 usando dois métodos (coleta manual e armadilhas adesivas com isca animal) e posteriormente foram separados por estádio e sexo, contabilizados e examinados parasitologicamente por compressão abdominal e análise microscópica das fezes. RESULTADOS: Triatoma costalimai foi detectado nos três ambientes e nas duas estações amostradas. O sucesso total de captura das 900 armadilhas e 60 blocos de rochas inspecionados foi de 5,8% e 11,7%, respectivamente. A ocorrência de T. costalimai foi maior em rochas do peridomicílio, onde 97% dos 131 espécimes foram capturados. A proporção de ninfas (98%) foi muito superior à de adultos, os quais só foram detectados no peridomicílio. A maioria (95%) dos insetos foi capturada na estação chuvosa, com predominância de ninfas I. Nenhum dos 43 espécimes examinados estava infectado por tripanosomatídeos. CONCLUSÕES: Os resultados indicam maior ocorrência de T. costalimai em ambiente peridomiciliar e na estação chuvosa em Mambaí, Goiás, salientando o comportamento sinantrópico dessa espécie de triatomíneo em uma área do cerrado Brasileiro e a importância da vigilância entomológica.

Palabras llave : Triatominae; Habitats rochosos; Triatoma costalimai; Cerrado; Brasil.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés