SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue4Rifampicin fails to eradicate mature biofilm formed by methicillin-resistant Staphylococcus aureusFactors associated with Leishmania chagasi infection in domestic dogs from Teresina, State of Piauí, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Abstract

PORTO, Juliana Pena et al. Infecções hospitalares em unidade de terapia intensiva pediátrica de um país em desenvolvimento: vigilância NHSN. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2012, vol.45, n.4, pp. 475-479.  Epub July 05, 2012. ISSN 0037-8682.  http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822012005000003.

INTRODUÇÃO: O objetivo deste estudo foi determinar a epidemiologia das três infecções hospitalares (IH) mais comuns - sepse, pneumonia e infecção do trato urinário (ITU) - em uma unidade de terapia intensiva pediátrica (UTIP) de um país em desenvolvimento e definir os fatores de risco associados com IH. MÉTODOS:Nós desenvolvemos um estudo prospectivo de incidência de IH em uma única UTIP, entre agosto/2009 e agosto/2010. Foi conduzida uma vigilância ativa pelo National Healthcare Safety Network (NHSN) na Unidade e as crianças com IH (casos) foram comparadas com um grupo (controles) em um estudo caso-controle. RESULTADOS: Nós analisamos 172 pacientes, 22,1% com IH, 71,1% adquirida na Unidade. A densidade de incidência de sepse, pneumonia e ITU por 1.000 pacientes/dia foram 17,9, 11,4, e 4,3, respectivamente. Os agentes mais comuns na sepse foram Enterococcus faecalis e Escherichia coli (18% cada), e Staphylococcus epidermidis foram isolados em 13% dos casos. Nas pneumonias Staphylococcus aureus foram os agentes mais comuns (3,2%), e nas ITUs os agentes mais frequentes foram os fungos (33,3%). A presença de IH foi associada com tempo de hospitalização prolongado, uso de procedimentos invasivos (CVC, sonda nasogástrica) e uso de antibióticos. Os dois últimos foram fatores independentes para o desenvolvimento de IH. CONCLUSÕES: A incidência de IH adquirida na Unidade foi alta, associada a fatores de risco extrínsecos.

Keywords : Infecções hospitalares; UTI pediátrica; Sistema de vigilância.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English