SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 issue5Hyperhomocyst(e)inemia in chronic stable renal transplant patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista do Hospital das Clínicas

On-line version ISSN 1678-9903

Abstract

MATTAR, Rejane  and  LAUDANNA, Antonio Atílio. Helicobacter pylori genotyping from positive clotests in patients with duodenal ulcer. Rev. Hosp. Clin. [online]. 2000, vol.55, n.5, pp.155-160. ISSN 1678-9903.  http://dx.doi.org/10.1590/S0041-87812000000500001.

Apesar da prevalência do H. pylori na população normal ser alta, somente uma minoria desenvolve úlcera péptica. A colonização da mucosa gástrica por cepas mais patogênicas de H. pylori tem sido associada com maior inflamação gástrica e úlcera duodenal. A genotipagem do H. pylori de testes CLO positivos foi estabelecida para se determinar os genótipos vacA e cagA em 40 pacientes com úlcera duodenal e para uso na rotina. O genótipo patogênico s1b/m1/cagA foi o mais freqüente (17/ 42,5%); apenas dois (5%) pacientes apresentaram o genótipo s2/m2, o que é o menos virulento. Cepas múltiplas também foram detectadas em 17 (42,5%) pacientes. Cepas múltiplas colonizando o estômago têm sido subestimadas, pelo fato das genotipagens serem geralmen te realizadas a partir de culturas de H. pylori. Nós concluímos que a genotipagem do H. pylori a partir de testes CLO positivos tem as vantagens de reduzir o número de biópsias durante a endoscopia, eliminar a etapa de cultura do H. pylori, e a certeza da presença do H. pylori na amostra que está sendo processada para a genotipagem.

Keywords : Helicobacter pylori; Genótipo; Úlcera duodenal; Testes CLO.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License