SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 issue6Transplants: bioethics and justiceResults of microsurgical anastomosis in men with seminal tract obstruction due to inguinal herniorrhaphy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista do Hospital das Clínicas

Print version ISSN 0041-8781

Abstract

PONTE, Marinice Duarte da  and  MARBA, Sérgio Tadeu Martins. Hemorragia periintraventricular em recém-nascidos menores de 1500 gramas: análise comparativa entre duas instituições. Rev. Hosp. Clin. [online]. 2003, vol.58, n.6, pp. 299-304. ISSN 0041-8781.  http://dx.doi.org/10.1590/S0041-87812003000600002.

OBJETIVO: Caracterização das hemorragias periintraventriculares no período neonatal, em recém-nascidos de muito baixo peso (<1500g), em duas instituições de atendimento terciário neonatal. MÉTODOS: O estudo foi observacional e transversal, em duas unidades de terapia intensiva neonatais, a da Maternidade de Campinas e a do Centro de Atenção Integrada à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas, no período de 01 de Dezembro de 1998 a 30 de Novembro de 1999. Rastreamos 187 recém-nascidos para a pesquisa de hemorragias, através de ultra-sonografia transfontanelar (76 e 111, respectivamente, na primeira e segunda unidade) e as classificamos em 4 graus. Verificamos o sexo, crescimento intra-uterino, peso e idade gestacional ao nascimento. RESULTADOS: Diagnosticamos 34 casos de hemorragias (13 e 21, respectivamente) e os dois grupos diferiram no peso de nascimento e adequação do peso à idade gestacional. Não existiu diferença na prevalência ou extensão das hemorragias entre ambos. Houve correlação do peso e da idade gestacional com a sua ocorrência, e a idade gestacional inferior a 30 semanas mostrou significativa associação. CONCLUSÃO: A prevalência das hemorragias periintraventriculares em nosso estudo foi comparável à da literatura mundial. Embora os recém-nascidos da segunda instituição tivessem menor média de peso, sua prevalência de hemorragias foi semelhante à da primeira, provavelmente porque nessa, 69% dos neonatos com hemorragia tinha uma idade gestacional inferior a 30 semanas (e 48% na segunda). Destacamos a importância do método ultra-sonográfico para o diagnóstico das hemorragias periintraventriculares em recém-nascidos de muito baixo peso.

Keywords : Hemorragia intracraniana; Hemorragia intraventricular; Recém-nascido pré-termo; Ultra-sonografia transfontanelar.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English