SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.59 número5Efeito do ácido zoledrônico nas múltiplas fraturas vertebrais induzidas por glicocorticóide no lúpus eritematoso juvenilMelhor tratamento da infertilidade no homem vasectomizado: reprodução assistida ou reversão de vasectomia? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista do Hospital das Clínicas

versão On-line ISSN 1678-9903

Resumo

MENEZES, Fernanda Souza de et al. Hipofosfatemia em crianças gravemente doentes. Rev. Hosp. Clin. [online]. 2004, vol.59, n.5, pp.306-311. ISSN 1678-9903.  http://dx.doi.org/10.1590/S0041-87812004000500015.

Este estudo objetivou realizar revisão da literatura para verificar prevalência, fatores de risco e condições clínicas associadas à hipofosfatemia em crianças gravemente doentes. Para a pesquisa foram utilizadas as bases de dados Medline, Embase, Cochrane Library, Lilacs abrangendo estudos clínicos publicados de janeiro de 1990 a janeiro de 2004. Os termos utilizados para pesquisa foram: critically ill, pediatric intensive care, trauma, sepsis, infectious diseases, malnutrition, inflammatory response, surgery, starvation, respiratory failure, diuretic, steroid, antiacid therapy, mechanical ventilation. Foram excluídos estudos referentes a distúrbios endócrinos, síndromes genéticas, raquitismo, nefropatias, anorexia nervosa, alcoolismo e prematuridade. Dos 27 artigos inicialmente identificados, 8 referiam-se à faixa etária pediátrica, sendo a maioria deles relatos de casos isolados. Nos estudos clínicos selecionados, a prevalência de hipofosfatemia foi superior a 50%. Os principais fatores associados à hipofosfatemia foram realimentação, desnutrição, sepse, trauma, uso de diuréticos e corticoesteróides. Considerando-se a elevada prevalência, as repercussões clínicas e os múltiplos fatores de risco para hipofosfatemia em crianças internadas em unidade de cuidados intensivos, a identificação precoce de pacientes suscetíveis a esse distúrbio é essencial para o tratamento oportuno e prevenção de complicações.

Palavras-chave : Hipofosfatemia; Crianças; Desnutrição; Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica; Gravemente doente.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons