SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número1-2RESERVA FLORESTAL DUCKE: DIVERSIDADE E COMPOSIÇÃO DA FLORA VASCULARESTUDO DOS CONSTITUINTES QUÍMICOS DAS CASCAS DA MADEIRA DE Trattinnickia peruviana índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Amazonica

versão impressa ISSN 0044-5967versão On-line ISSN 1809-4392

Resumo

RUOKOLAINEN, Kalle et al. Comparação Florística de Doze Parcelas Numa Floresta de Terra Firme da Amazônia Peruana. Acta Amaz. [online]. 1994, vol.24, n.1-2, pp.31-48. ISSN 0044-5967.  http://dx.doi.org/10.1590/1809-43921994242048.

Um estudo da composição florística de doze parcelas de 25 m χ 25 m foi realizado na Amazônia peruana com o objetivo de observar a possibilidade de utilizar uma parte da flora como indicador para as alterações anotadas em outros elementos da flora. As similaridades florísticas entre as parcelas foram definidas usando seis grupos taxonômicos ou fisionômicos diferentes: fetos, as famílias Melastomataceae e Myristicaceae, árvores com diâmetro á altura do peito (DAP) maior a 2.5 cm, árvores com DAP entre 2.5 cm e 5 cm, e árvores maiores a 5 cm de DAP. As similaridades foram utilizadas para classificar as parcelas e para analisar as correlações entre os grupos diferentes de plantas com a prova de Mantel. Os resultados mostram que as alterações florísticas são similares em todos os grupos, e por isso qualquer destes grupos é capaz de servir de indicador.

Palavras-chave : Amazônia; fetos; fitossociologia; Melastomataceae; Myristicaceae; prova de Mantel.

        · resumo em Espanhol     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )