SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número4A morfologia duperficial de alguns Anfistomídeos (Trematoda) de Peixes Amazônicos e a descrição de um novo gênero e espécieBiologia reprodutiva do Tambaqui, Colossoma macropomum Cuvier, 1818 (Teleostei, Serrasalmidae), no baixo Amazonas, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Amazonica

versão impressa ISSN 0044-5967versão On-line ISSN 1809-4392

Resumo

VASCONCELOS, Heraldo L.. Níveis de dano foliar por Herbívoros em árvores Amazônicas de diferentes estágios na regeneração florestal. Acta Amaz. [online]. 1999, vol.29, n.4, pp.615-623. ISSN 0044-5967.  http://dx.doi.org/10.1590/1809-43921999294623.

Folhas de 120 árvores do dossel e de 60 arvoretas do sub-bosque foram coletadas em florestas primárias e secundárias de terra-firme próximas a Manaus, para medição dos níveis de herbivoria (porcentagem da área foliar danificada por herbívoros). Os níveis de herbivoria foram baixos. Cerca de 25% das folhas examinadas (n = 855) não tinham dano algum. Na maioria das outras florestas Neotropicais estudadas a porcentagem média de herbivoria ficou entre 5,7 e 13,1%, enquanto em Manaus este valor foi de apenas 3,1%. Os dados apresentados aqui dão apoio a hipótese de que os níveis dc herbivoria são positivamente relacionados a fertilidade do solo. Não houve diferença no nível de herbivoria entre árvores do dossel e arvoretas do sub-bosque. Também, não encontrou-se diferença entre folhas de plantas pioneiras da mata secundária e aquelas de final de sucessão encontradas na mata primária. Testes de preferência, entretanto, mostraram que folhas das plantas pioneiras são mais palatáveis as saúvas (Atta laevigata). Este efeito foi dependente da idade foliar, tendo sido observado em folhas maduras mas não em folhas jovens. A maior taxa de produção de folhas na floresta secundária pode ser um dos fatores responsáveis pela maior abundância de saúvas na mata secundária do que na mata primária.

Palavras-chave : formigas; Atta laevigata; herbivoria; floresta Amazônica; interações inseto-planta.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )