SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número4Densidade específica da madeira de árvores e tipos de floresta no sul da Amazônia PeruanaCaracterização do consumo de pesticidas no município de Santarém, Amazônia Brasileira índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Amazonica

versão impressa ISSN 0044-5967versão On-line ISSN 1809-4392

Resumo

BARBOSA, Reinaldo Imbrozio  e  FEARNSIDE, Philip Martin. Erosão do solo na Amazônia: estudo de caso na região do Apiaú, Roraima, Brasil. Acta Amaz. [online]. 2000, vol.30, n.4, pp.601-601. ISSN 0044-5967.  http://dx.doi.org/10.1590/1809-43922000304613.

O estudo analisou a erosão do solo pela ação da água das chuvas, em dois usos da terra (floresta primária e pastagem derivada de floresta) entre agosto de 1988 e fevereiro de 1992, na região do Apiaú, Estado de Roraima, Amazônia brasileira. Para um declive padrão de 20%, os resultados indicaram que a erosão em um sistema de pastagem com Brachiaria humidicola (1.128 kg.ha'.ano') foi 7,5 vezes maior quando comparado com os dados obtidos para floresta primária(150 kg.ha'.ano1) no mesmo período. O escoamento superficial ("runoff') foi de 3,18 χ IO6 l.ha'.ano'1 para o pasto e de 1,13 χ IO6 l.ha'.ano"1 para a floresta primária. Embora situados a menos de 1 km de distância, a precipitação pluviométrica anual que efetivamente atingiu o solo nos dois sistemas foi desigual (P < 0,001; t005 , 36) e refletiu a diferença de cobertura vegetal entre a floresta (1.538 mm) e a pastagem (2.109 mm). Os resultados indicam que a substituição de florestas tropicais por pastagens na Amazônia aumenta a erosão laminar e seus efeitos podem ser refletidos na sócio-economia regional e global.

Palavras-chave : erosão; escoamento superficial; pastagem; Roraima; solo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )