SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue2Nutritional and dietary status of individuals with Malaria resident in Amazonas State - Brazil.Respiratory characteristics of Hoplostenum littorale (Siluriformes, Callichthyidae) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Abstract

ANGELO, Humberto; BRASIL, Alexandre Anders  and  DOS SANTOS, Joaquim. Madeiras tropicais: análise econômica das principais espécies florestais exportadas. Acta Amaz. [online]. 2001, vol.31, n.2, pp.237-237. ISSN 0044-5967.  https://doi.org/10.1590/1809-43922001312248.

Este trabalho trata do comportamento das exportações brasileiras de madeiras tropicais por espécie, no período de 1980-98. O desenvolvimento de modelos de tendência foi utilizado para estimar a taxa de crescimento e explicar o comportamento das exportações. As principais espécies tropicais exportadas nesse período foram, em ordem decrescente, mogno, jatobá, virola, cedro, angelim, ipê, andiroba, sucupira, tatajuba, cedrorana, assacu, cerejeira, pau-marfim, freijó e jacarandá. Apenas seis espécies representaram 40% do volume e do valor total exportado. As espécies classificadas como outras aumentaram suas exportações na década de 90. Espécies como mogno, virola, andiroba, sucupira e freijó apresentaram taxas decrescentes, ao passo que jatobá, cedro, ipê e cerejeira expandiram sua participação no mercado internacional de madeiras tropicais. O preço de todas as espécies mostra uma tendência positiva ao longo do período estudado e valores relativamente baixos, quando comparados ao preço do mogno.

Keywords : Análise econômica; madeiras tropicais; exportações e Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )