SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número2Ingestão e hábitos alimentares de pré-escolares de três capitais da Amazônia Ocidental Brasileira: um enfoque especial à ingestão de Vitamina AProdutos e subprodutos da medicina popular comercializados na cidade de Boa Vista, Roraima índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Amazonica

versão impressa ISSN 0044-5967

Resumo

SCHWARTZ, Gustavo et al. Evidência para uma hipótese de estresse: o efeito do hemiparasitismo na colonização de Alchornea castaneaefolia A. Juss. (Euphorbiaceae) por insetos galhadores. Acta Amaz. [online]. 2003, vol.33, n.2, pp.275-280. ISSN 0044-5967.  http://dx.doi.org/10.1590/1809-4392200332280.

Plantas estressadas geralmente são mais atacadas por insetos galhadores. Neste estudo investigamos a relação entre abundância populacional e a riqueza de espécies de insetos galhadores na árvore Alchornea castaneaefolia A. JUSS. (Euphorbiaceae), submetida ao estresse induzido pela hemiparasita Psittacanthus sp. (Loranthaceae) na Amazônia, Brasil. Galhos de A. castaneaefolia atacados pela hemiparasita foram mais fortemente infestados por insetos galhadores do que os galhos não atacados. As observações de campo corroboram parcilmente a hipótese de que haveria um nível ótimo de estresse da planta hospedeira para o estabelecimento de insetos galhadores.

Palavras-chave : Insetos galhadores; Galhas; Floresta Amazônica; Estresse; Estresse da planta hospedeira.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )