SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 issue4Dynamics and carbon storage in primary forest in the region of Manaus / AMParasite-host relationship between the tambaqui (Colossoma macropomum Cuvier 1818) and ectoparasites, collected from fish farms in the city of Rolim de Moura, State of Rondônia, Western Amazon, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967

Abstract

FEITOSA, Marlisson Augusto Costa et al. Diversidade de flebotomíneos no ambiente domiciliar de Santarém, estado do Pará, Brazil: composição de espécies e padrões de abundância em áreas urbanas e rurais. Acta Amaz. [online]. 2012, vol.42, n.4, pp. 507-514. ISSN 0044-5967.  http://dx.doi.org/10.1590/S0044-59672012000400008.

Com o objetivo de comparar a riqueza, abundância e freqüência de ocorrência de flebotomíneos em sítios rurais e urbanos numa área endêmica de leishmaniose visceral no município de Santarém (PA) foi realizado no período entre 1995-2000, capturas de flebotomíneos por meio de armadilhas luminosas CDC montadas no ambiente domiciliar em diferentes bairros e localidades rurais do município. Foram capturados 53.454 indivíduos, de 26 espécies e dentre elas, a mais abundante, tanto em ambiente urbano e rural, foi Lutzomyia longipalpis, vetor da leishmaniose visceral americana na região. Em todos os anos de amostragem, a maior riqueza de espécies por captura foi obtida em áreas rurais. As áreas rurais e urbanas compartilharam onze espécies de flebotomíneos; enquanto este mesmo número de espécies foi exclusivo em áreas rurais. Os índices de Shannon-Wiener variaram de 0,12 a 0,84 nas localidades rurais e de 0,08 a 0,34 nas áreas urbanas. Em geral, as áreas rurais apresentaram maior diversidade de flebotomíneos comparado às áreas urbanas. As curvas de rarefação baseadas em indivíduos revelaram um rápido aumento no número esperado de espécies em localidades rurais, indicando que amostras com menor quantidade de indivíduos nestas áreas atingem maior riqueza de espécies. As espécies mais freqüentes durante o período de amostragem foram Lutzomyia longipalpis, Evandromyia carmelinoi e Bichromomyia flaviscutellata.

Keywords : leishmanioses; antropização; Amazônia.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English