SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue2Predicting the distribution of forest tree species using topographic variables and vegetation index in eastern Acre, BrazilTrap efficiency evaluation for small mammals in the southern Amazon author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967

Abstract

SANCHEZ, Liz Stefanny Hidalgo et al. Variação espaço-temporal do material inorgânico dissolvido na bacia Amazônica. Acta Amaz. [online]. 2015, vol.45, n.2, pp.175-186. ISSN 0044-5967.  http://dx.doi.org/10.1590/1809-4392201402722.

A bacia do rio Amazonas é importante no aporte de material dissolvido para o oceano (4% a nível mundial). O objetivo deste trabalho foi estudar a variabilidade espaço-temporal do material inorgânico dissolvido nos principais rios da bacia Amazônica, para o qual foram utilizados dados entre 2003 e 2011 de seis estações hidrológicas do ORE-HYBAM localizadas nos rios Solimões, Purus, Madeira e Amazonas, analisados Ca2+, Na+, K+, Mg2+, Cl-, SO4 -2, HCO3 - e SiO2. Nas estações do rio Solimões e Amazonas as concentrações de Ca2+, Mg2+, HCO3 - e SO4 -2 tiveram distribuição heterogênea ao longo dos anos e não apresentaram sazonalidade. Nas estações do rio Madeira a concentração desses íons mostraram sazonalidade inversamente proporcional à vazão (efeito diluição-concentração). Comportamento similar tiveram Cl- e Na+ nas estações dos rios Solimões, Amazonas e Madeira, indicando liberação quase constante desses fluxos ao longo do ciclo hidrológico. K+ e SiO2 apresentaram concentrações quase constantes ao longo dos anos e entre as estações, indicando que seus fluxos dependem da variação da vazão. Portanto, a variação temporal do fluxo de material inorgânico dissolvido no rio Solimões e Amazonas depende do fator hidroclimatológico e da heterogeneidade das fontes. Nos rios Madeira e Purus há menor influência desses fatores, o que evidencia maior aporte dos silicatos. Como a bacia do Solimões aporta aproximadamente 84% do fluxo total de material dissolvido na bacia e está sob influência, principalmente, do fator hidroclimático, pode-se concluir que a variabilidade temporal desse fator controla a temporalidade dos fluxos do material dissolvido na bacia Amazônica.

Keywords : intemperismo; fluxos hidroquímicos; diluição teórica; hidroclimatologia.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )