SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.47 issue2Generic additions to the Rapateaceae of Rondônia, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Abstract

HOSHINO, Maria Danielle Figueiredo Guimarães et al. Respostas hematológicas e bioquímicas de pirarucu (Arapaima gigas, Arapaimidae) alimentado com dietas contendo mananoligossacarídeos derivados de leveduras e algas. Acta Amaz. [online]. 2017, vol.47, n.2, pp.87-94. ISSN 0044-5967.  https://doi.org/10.1590/1809-4392201700781.

As características hematológicas e bioquímicas de alevinos de pirarucu Arapaima gigas alimentados com diferentes concentrações de mananoligossacarídeos derivados de leveduras e algas na dieta foram avaliadas para verificar o efeito sobre sua fisiologia. Quatro tratamentos foram conduzidos com três repetições (12 peixes em cada). O produto avaliado (MycosorbA+(r)) foi incorporado à ração comercial, em quatro níveis: 0, 1, 2 e 4 g kg-1 de ração, denominados M0%, M0,1%, M0,2% e M0,4%, respectivamente. Após 45 dias de alimentação, amostras de sangue de seis peixes de cada repetição foram coletadas para realização das análises. O peso e comprimento foram obtidos para cálculo do fator de condição e ganho de peso, entretanto, não foram observadas diferenças (P>0,05) entre os tratamentos. Assim como não foram observadas alterações nos valores de hematócrito, hemoglobina, eritrócitos e índices hematimétricos dos pirarucus. A concentração de glicose e triglicérides dos pirarucus dos grupos M0,1% e M0,2% foram significativamente menores que o tratamento M0%. Os peixes do tratamento M0,2% apresentaram níveis de albumina maior (P<0,05) que do M0% e M0,4%. Os peixes alimentados com M0,4% mostraram nível de colesterol total significativamente maior que todos os demais tratamentos. MycosorbA+(r) contribuiu para o aumento das células de defesa de A. gigas, podendo ser utilizado nas concentrações de 0,1% a 0,2%, devido ao aumento do número de certas células de defesa e dos níveis plasmáticos de albumina e por não ter sido observadas outras alterações nos parâmetros hematológicos, nos níveis plasmáticos de colesterol e triglicérides e no fator de condição.

Keywords : Chlorella vulgaris; Saccharomyces cerevisae; leucócitos; albumina.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )